REFORMAR SIGNIFICA SAIR DA ZONA DE CONFORTO

Reformar envolve ter que conviver com pessoas estranhas dentro de sua casa, conviver com barulho, sujeira, pó, além de assumir que a família terá um stress danado por conta da compra de materiais, a esposa prefere de um jeito e o marido de outro. E fora tudo isso, a falta de planejamento pode estender o que era para ser um mês em quatro.

Com uma certa experiência nesse ramo, já tive pelo menos uns oito casos de casais que se separaram por conta de obra.

Mas, lógico que você deve saber que existem profissionais certos para assumirem isso para você!

Você vai ao médico ou sua vizinha pode te examinar? Você vai ao dentista ou sua tia faz isso por você? Existe profissional para cada tipo de serviço, e os arquitetos e engenheiros são os profissionais que estudaram para conduzir obras.

A dúvida é sempre a mesma: minha obra vai sair bem mais cara contratando um profissional!

Onde você acha que isso é verdade?

O valor que o mercado profissional de arquitetos e engenheiros pratica é de 10 à 15% sobre o valor gasto na obra. Se você evitar: desperdício, retrabalho, trabalho de cotação de materiais, levantamento correto do material que será utilizado (sem chutes para não haver desperdício), no mínimo 10% terá de economia.

NO ESCRITÓRIO:

Aqui no escritório se você faz o gerenciamento da reforma ainda ganha no “pacote” a assessoria profissional para todas as escolhas (pisos e revestimentos, cores, metais sanitários, luminárias), além de ter os ambientes com as paginações de piso; que implica num estudo de início de colocação de cada peça – para ajudar no assentamento, e visualmente dá muita diferença.

Para cada caso sabemos quem será o profissional especialista que deveremos contratar: engenheiro calculista (- vamos tirar aquele pilar daí?), paisagista, pintor, assentador, gesseiro, eletricista.

O escritório funciona como um articulador e centralizador de tudo. Além de tudo você tem todo o histórico de compras e gastos planilhados e organizados, para ter no final de sua obra.

Vou mostrar agora uma série de CASES referentes à REFORMAS.

A SEGUIR, AGUARDEM...

Obrigada!

#reformas

Posts Em Destaque
Posts Recentes